Urubu

IMG_20161016_113504

Lendo sentado à mesa localizada ao lado da janela eis que uma sombra me distrai e capta minha atenção ao mundo exterior ao meu quarto: alguns urubus voando ao redor e pousando em uma árvore.

Estava lendo um texto que falava sobre as aves do céu e do fato de elas não semearem nem colherem e eis que no caso do Urubu era uma verdade constante.

Despreocupados, sabem sempre que vai haver comida para eles, se é que podemos chamar assim. O trabalho, voar e pegar uma brisa e ficar girando no céu ameaçando de chuva, afinal, em todo interior que se preze, um bando de urubus voando em círculo no céu é sinal de chuva. O pagamento, poder desfrutar de todo lixo, porque feliz é o urubu no lixo e não o pinto.

E do lado de cá nós e nossa pomposa vida de plantar e colher, para alguns em sentido literal, para outros apenas metaforicamente.

Às vezes fico olhando para o bando de urubus e fico pensando o que se passa na mente deles, acho que é só falta do que fazer, ou uma distração tremenda daquelas que você nem lembra o que estava fazendo.

Há quem não goste de urubu, mas também, tirando os flamenguistas, é meio difícil gostar de um animal carniceiro, talvez o Richard Rasmussen goste, às vezes me pergunto se ele não gosta de algum animal. Acontece que gostando ou não, urubu é uma ave, e como toda ave que se preza, voa e vive em plena liberdade, cuida de conseguir o que é essencial para si e suas crias e o resto é lucro.

Repare quantos de nós estamos vivendo carniceiros pelo dinheiro, numa busca desenfreada para viver uma vida de ostentação vazia, sem liberdade e sem propósito, competindo futilmente para ver quantos deixamos para trás ou quanto estamos ganhando melhor que o outro, enquanto por dentro estamos enjaulados e presos em um quarto sozinhos e voar e pegar uma brisa deixou de ser prioridade. Nisso, o urubu é muito mais sábio, pois voa com os amigos, aproveita sua liberdade e está pouco se lixando pra opinião dos outros sobre o que come ou bebe.

Ao olhar para os urubus voando, é bom se assegurar de lembrar que o pior animal é aquele que é livre e não sabe fazer uso de sua liberdade, é aquele que se acha superior mas está por baixo.

 

_____________________________________________________________

Publicado originalmente no blog Vendedores de Ideias em 16 de Outubro de 2016

Categorias:crônicas

Marcado como:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
Follow Escrito Por André Basualto on WordPress.com
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: