Ela é bonita demais pra você

– Que bonita… bonita demais… – disse Tiago vendo uma foto de uma moça no grupo de WhatsApp do trabalho.

– Bonita demais pra você né? – questionou Alexa.

– Muita areia para o seu caminhãozinho, Tiago – disse Ricardo.

Irritado, Tiago começou a reclamar exaltado:

– Por que isso!?

– Por que o quê? – perguntaram juntos.

– Porque essa tipificação da beleza combinada?

– É… o quê? – perguntou Ricardo. – Você bebeu?

O ambiente, Sushi Bar. A cena, três amigos sentados num balcão esperando o sushi chegar, enquanto conversam aleatoriamente e discutem sobre o que aparece, no caso, nesse momento, sobre a colega bonita de trabalho.

– Gaspar, traz um Morango Tropical pra mim – pedia Ricardo enquanto Tiago tentava pensar nas palavras certas.

– Pra mim também, mas sem álcool – pediu Alexa.

Gaspar, o dono do bar, sempre estava por perto ouvindo as histórias, eventualmente comentando, além de preparar os drinks e o sushi.

– Mas, cara, olha só pra foto dessa garota! – Ricardo pegou o celular de Tiago e mostrou para Gaspar. – E aí, o que você acha?

– Caramba, que gata! – Gaspar assobiou alto. – Realmente ela é demais pra você, Tiago.

Cada vez mais que ouvia, Tiago se irritava. Para ele, a beleza era algo importante, afinal, você querendo ou não acaba julgando aquilo que você considera bonito para você, mas julgar alguém incapaz de conquistar alguém puramente pela beleza era algo que ele não conseguia acreditar.

– Você precisa de carisma e uma boa conversa, também – rebateu Tiago.

– E dinheiro – comentou Alexa só para irritar. – Não dá pra viver só de amor.

– Ah, mas aí fica mais difícil pro Tiago… – comentou Ricardo olhando para a foto novamente. – Ela parece ter muito dinheiro, então tem menos chance ainda.

Dinheiro, beleza, carisma, simplicidade. O que define a lei da atração? O que você julga nos casais alheios como fator determinante de “felicidade”?

Para Tiago, imaginar pode sair com aquela garota era realmente só um amor platônico, mas o fato de se sentir julgado insuficiente o incomodava e muitas das vezes fazia ele querer tentar ser o que não era, tornando-se algumas vezes fútil ou superficial. Muitas pessoas também fazem isso, quando na verdade já têm quase tudo aquilo que precisam para conquistar alguém, exceto o fato de perceber que a felicidade não está necessariamente onde acreditam estar.

Bonita demais pra você, talvez, será que é assim mesmo?

– Mas por falar em bonita demais…

Alexa e Ricardo olharam para Tiago que tentava contornar a situação.

– O mês acabou… Você perdeu a aposta, Ricardo…

 

______________________________________________

woman sitting on brown wicker chair with right hand on neck

Texto publicado sob o pseudônimo de Ricardo Neruda em 25 de setembro de  2017 – da série de textos Fatos de Alexa e Tiago. Revisado para esta postagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
Follow Escrito Por André Basualto on WordPress.com
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: