A Teoria das Moedas para o Amor

Ali sentados onde sempre costumavam conversar, à beira da piscina do prédio, Tiago e Alexa trocavam ideias e discutiam quando seriam capazes de achar um amor para suas vidas, sem demonstrar aparentemente se preocupar sempre com isso, dando aos holofotes seus sonhos de serem alguém importante na vida.

– Se eu me casar em uns cinco anos, ainda vou ter tempo de fazer minha primeira residência – falou Alexa.

– Mas aí você tem que passar primeiro – retrucou Tiago.

– Pra você é fácil falar, seu idiota, você já tem um emprego.

Enquanto discutiam, Ricardo se aproximou e sentou do lado de Alexa, encostando a cabeça no ombro dela rapidamente. Fez-se um breve silêncio.

– Você está fedendo – disse ele para ela.

– Ora, seu imbecil! – reclamou Alexa empurrando-o.

– Não tomou banho, hoje? – Ricardo riu prolongando a brincadeira.

Ricardo podia estar fazendo suas típicas gracinhas e piadas sem graça, mas Alexa percebeu na hora que havia alguma coisa errada. Ricardo estava rindo, mas parou rapidamente, fitando-o com os olhos semicerrados ela logo soltou a língua.

– O que aconteceu? Tem alguma coisa errada com você.

Tiago, por mais observador que fosse, não havia percebido que Ricardo estava triste, ele tentou entender o que Alexa havia percebido. Sabendo que o olhar furtivo de Alexa já havia captado tudo, ele decidiu falar.

– Parece que a Alexa bobona amadureceu bastante a visão dela, né? – Ricardo falou rindo e então, sentando-se de novo do lado dela e pondo os pés dentro da água, ele começou. – Eu acabo de perceber que gastei mesmo uma moeda de ouro.

O vento soprava no pequenos coqueiros e plantas, os carros na avenida não muito distante dali roncavam seus motores em direções desconhecidas, a iluminação tênue à beira da piscina e a luz desligada próximo à churrasqueira davam ao ambiente uma tranquilidade propícia para a reflexão. Porém, a mesma tranquilidade não se aplicava ao que sentiram Tiago e Alexa, curiosos sobre o que o amigo tinha para falar.

– Como assim? – perguntaram os dois juntos.

– Acabo de criar uma teoria, senhores, prestem muito bem atenção – Numa mudança súbita de humor, Ricardo falava como se fosse um apresentador de programa de televisão. – Eu a chamo de a Teoria das Moedas – se fosse possível, naquele momento sairia uma dançarina de palco com uma placa na mão com letras em caixa alta escrita: A TEORIA DAS MOEDAS.

Ricardo começou a falar e explicar sua teoria, a qual tomo a liberdade de usar as palavras dele para descrever sua teoria.

Damos algum valor para as pessoas nas nossas vidas, e muitas das vezes apostamos muito nelas, ainda que possamos vir a perder tudo. Uma moeda é o preço que pagamos para isso, mas não existe apenas um tipo de moeda, existem várias, feitas de diferentes metais, e elas representam cada valor que damos a cada pessoa ou momento das nossas vidas.

Quando achamos algo que realmente queremos, pagamos e gastamos o que é mais caro, essa é a moeda de ouro.

Uma moeda de ouro é se dar de corpo e mente, de amor e paixão para alguém. São moedas raríssimas, que usamos apenas em algumas situações.

– É como um superlike do Tinder – interrompeu Alexa.

– Não, Alexa bobona, um superlike do Tinder não chega a ser nem uma moeda de bronze. – retrucou Ricardo colocando uma moeda de 5 centavos no nariz dela.

– Mas isso é uma moeda de cobre.

– Não importa! Deixe eu terminar, por favor.

– À vontade… – respondeu ela revirando os olhos, enquanto Tiago ria e ficava com uma cara de pensador.

– Simone foi uma moeda de ouro –  Ricardo tirou uma moeda dourada do bolso e ficou olhando para ela, aquele perfil de apresentador foi se desfazendo na frente dos olhos deles e a tristeza tomou conta do seu semblante. – Um investimento alto, que não me trouxe aquilo que eu esperava.

Ricardo jogou a moeda na piscina, o som do metal quebrando a tensão superficial da água ecoou, pequenas ondas se fizeram.

Depois de tantas fugas sobre falar de Simone, uma delas uma saída de mestre do bar do Gaspar sem que ninguém o tivesse visto, Ricardo finalmente dissera algo sobre ela.

– Você não pode comprar o amor – falou  Alexa.

– Claro que não, bocó! – Ricardo revirou os olhos. – É só uma metáfora.

– Eu sei, mas você não percebe? Jogar uma moeda na piscina ou numa fonte dos desejos não vai te trazer o amor, você precisa investir ela no lugar certo.

Ricardo ficou pensando e olhou procurando a moeda, agora no fundo da piscina.

– Mas eu achei que fosse o lugar certo…

Alexa, percebendo que estava perdendo algum detalhe, decidiu perguntar de Ricardo algo que qualquer um também gostaria de saber.

– Por que não conta pra gente melhor essa história?

Ricardo ficou sem reação por um momento, mas logo o seu lado apresentador e contador de novelas entrou em cena.

– Com prazer, vou lhes contar sobre Simone.

Enquanto ele preparava as palavras certas, Tiago pensava um pouco a respeito da Teoria das Moedas, sobre como às vezes gastamos tempo e oportunidade com pessoas que não valem sequer uma moeda de bronze, sobre como podemos investir moedas de prata em algumas pessoas e receber com juros todo o valor investido, ganhando uma moeda de ouro e sobre como aos poucos, sem perceber, o trio de amigos desenvolveria mais ainda essa ideia, apenas conversando sobre os casos e acasos de suas vidas.

O amor não se compra, mas às vezes cobra um valor muito caro.

______________________________________________

antique bills business cash

Texto escrito sob o pseudônimo de Ricardo Neruda em 18 de fevereiro de 2017 – da série de textos Fatos de Alexa e Tiago. Publicado agora pela primeira vez!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
Follow Escrito Por André Basualto on WordPress.com
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: