O cara do violão nem sempre presta

– Então, o que ela respondeu? – Alexa perguntou.

Tiago leu a mensagem e sentiu o peso das pálpebras e o desânimo tomando conta de si.

– Ela disse que não tá disposta a namorar com ninguém nesse ano, que me acha legal e tal, mas que não acha que é o nosso caso ficar…

Ricardo queria falar, mas sabia que não era o momento, sabia que diminuir aquela garota não ia deixar o ânimo do seu amigo melhor.

– Que tal a gente ir no Gaspar e beber um pouco hoje? – Ricardo sugeriu.

– Por mim tudo bem – Alexa respondeu tentando animar Tiago. – Altos copos de água pra mim!

– Fraca! – comentou Ricardo.

– Vai sonhando!

– Então beba conosco, senhorita Alexa, a certinha – Ricardo insistiu.

– Não hoje, já basta o Tiago estar querendo me pegar há 03 meses, agora só falta você dizer que me admira como garota dos seus sonhos desde a época da escola – Alexa começou a rir alto e saiu da sala.

Ricardo ficou sem jeito e abriu a boca para falar algo, mas então preferiu não responder nada para Alexa.

– Mulher é fogo, mano – ele comentou olhando para Tiago. – Bora, meu amigo, vamos beber um pouco que semana que vem temos provas e a gente vai prometer não beber de novo mas vai beber assim mesmo.

Tiago manteve-se calado.

Alexa estava no círculo em que se encontravam Geraldo e os demais. Eles ouviam um rapaz de cavanhaque sem bigode, chamado Mauro, tocando o violão e cantarolando algumas músicas em tom de comédia. Assim que ele terminou, Alexa foi se despedir.

– Vai embora porque quer – comentou Geraldo.

– Tiago não está se sentindo muito bem hoje – Alexa comentou olhando rapidamente para Bia e então dando um abraço de urso em Geraldo. Bia desviou o olhar e Lis percebeu, encarando Alexa de volta com certo rancor. Felizmente Alexa não percebeu, ou teria reagido e piorado a situação.

– Bem, a casa é de vocês, podem vir quando quiserem – Geraldo respondeu. – Espero que nosso amigo fique bem.

– Ele vai ficar.

Quando largou Geraldo do abraço, o rapaz do violão subitamente se levantou.

– Uma pena que já vão embora – e se aproximou para abraçar Alexa também.

– É realmente uma pena, Mauro… – Alexa respondia quando ouviu Mauro cochichando no seu ombro.

– Literalmente saiu perdendo…

Ela não acreditou que estava ouvindo aquilo do jeito que imaginou a princípio. Era ingênua, ela apenas ignorou e se afastou sentindo um intenção estranha vindo dele. Alexa ficou com aquele pensamento a noite toda e não contou para Tiago sobre aquilo por um bom tempo.

Alexa, Ricardo e Tiago foram para o Sushi Bar e ficaram contando piadas ali mesmo para passar as horas e distrair o amigo triste. Ficaram até tarde, quando a mãe de Alexa já mandava mensagens dizendo que ela devia ir pra casa. Ricardo havia acabado de sair da mesa quando Alexa percebeu que horas eram.

– Eu preciso ir embora, vou pagar o meu – ela disse procurando a sua bolsa.

– Vai não, fica mais um pouco – Tiago respondeu eufórico pela bebida.

– É melhor parar por aqui antes que você fique bêbado… – ela respondeu olhando os bancos. – Essa não… esqueci minha bolsa na casa do Geraldo.

– Quer dizer que você dirigiu o carro do Ricardo até aqui ilegalmente? – perguntou Tiago.

– Ilegalmente não, sem a habilitação.

– E isso não é ilegal?

– Realmente…

– Eita! – Tiago comentou tomando mais um trago. – Ah! Mas não esqueceu só no carro?

– Não, eu deixei na biblioteca do Geraldo e tenho certeza que não passei por lá antes de sairmos.

Ricardo voltava um tanto cambaleante e sorrindo feito besta.

– O que foi? – ele perguntou quando Tiago e Alexa o encararam.

A sua boca estava manchada de batom.

– Inacreditável… – Alexa colocou a mão no rosto.

– Esse cara é o meu ídolo! – Tiago comentou saudando Ricardo.

– Eu só pedi o número dela – Ricardo sorriu malicioso – e ela me deu um abraço que virou um beijo e o negócio só não esquentou mais porque ela disse que precisava ir embora.

– Eu não sabia que você era realmente safado a tal ponto, achei que era só de falar besteiras… – Alexa comentou surpresa.

– Nada de tão incrível, senhorita Alexa… – ele se aproximou dela mas ela deu um puxão na sua orelha. – Ai!

– Vamos, precisamos voltar na casa do Geraldo e pegar minha bolsa e minhas chaves de casa, se não vou ficar do lado de fora hoje.

– Dorme lá em casa – Ricardo comentou.

– Eu sou ingênua mas não sou tão burra – ela respondeu. – Ora, ora, você realmente está dando em cima de mim.

– Não mesmo, senhorita – sua voz transparecia o efeito do excesso da bebida.

– Então, vamos embora – ela respondeu rindo.

Eles pagaram a conta diretamente no balcão e se despediram de Gaspar que deu um puxão de orelha no seu amigo Ricardo e disse que iria criar uma regra para clientes não se pegarem bêbados dentro do bar. Ricardo começou a chorar de verdade quando ele disse aquilo e Gaspar deu uma gargalhada bem sonora.

Chegando na casa de Geraldo, Tiago percebeu duas pessoas na frente da casa dele abraçadas.

– Quem são aqueles…? – Tiago mal fez a pergunta quando seu coração congelou e ele percebeu quem eram.

– São… – Alexa se calou quando percebeu e decidiu aumentar a velocidade e não parar na casa de Geraldo.

O carro passou a quase 60 quilômetros por hora, mas para Tiago aquele momento durou muito mais do que cinco segundos, ele ainda jura que viu cada detalhe do beijo entre Mauro e Bia.

Tiago estava perplexo.

– É melhor esquecer isso, Tiago.

– Já esqueci – ele respondeu com uma lágrima escorrendo pelo seu rosto.

Naquele dia, Alexa arriscou receber uma bronca dos pais ou até mesmo ser presa por dirigir sem habilitação, tudo pra não voltar na casa de Geraldo, e para não dormir na casa de Ricardo também, tudo para não fazer Tiago encarar aquela situação.

Tiago realmente percebeu o quão sonsa era aquela garota, mas ainda assim, desejava que ela fosse feliz. Ele não queria deixar um fora traumatizá-lo. Ele apenas queria superar e seguir em frente.

Agora, Tiago, com a mente de volta a 2019 e o corpo presente no quarto de Isabella, estava sentado à beira da cama olhando para o celular de Isabella sobre criado-mudo. Ainda sonolento, ele observou uma chamada sendo recebida, com o nome de “Idiota” e a foto de um cara de cavanhaque sem bigode ligando para Isabella.

Isabella saiu do banheiro enrolada na toalha e percebeu o celular vibrando.

– Quem tá ligando? – ela perguntou.

– Um tal de “Idiota” – Tiago respondeu se virando para ela. – De onde você conhece o Mauro?

Isabella ficou pálida.

___________________________________________________________________________________________

Aviso: A série volta em Setembro!

Gostaria gentilmente de pedir que se você acompanha A Vida de Alexa e Tiago, compartilhasse o site com o maior número de pessoas possível e seguisse o meu Instagram para receber novidades e até mesmo comentar o que você mais gosta na série e nos demais textos do site. Em breve trago novidades!

man playing guitar sitting on chair

A Vida de Alexa e Tiago

O cara do violão nem sempre presta

Capítulo anterior:

O garoto que queria uma namorada

two man and woman wooden couple keychains hanging on rope overlooking bokeh lights

 

Acesse aqui a lista de capítulos disponíveis:

A Vida de Alexa e Tiago

Fatos de Alexa e Tiago

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
Follow Escrito Por André Basualto on WordPress.com
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: