22 de Setembro de 2019

Às vezes ficamos na dúvida entre acreditar que existe algo a mais ou aceitar as coisas como elas são.

É difícil aceitá-las como são quando se trata de enfrentar alguma coisa ruim ou até mesmo a própria realidade dura e fria do mundo. Aceitar a vida como ela é tem uma linha tênue entre o comodismo e a insatisfação, o que, às vezes, algumas pessoas podem confundir com preguiça e ingratidão, respectivamente. Neste caso, apenas você pode discernir isso. O problema é quando justamente nós mesmos enfrentamos isso e não sabemos discernir como vamos encarar.

Quando a realidade se mostra cruel, amarga, cheia de espinhos e dores, nos dividimos entre a esperança e o desânimo. A esperança de sonhar, de que vai dar tudo certo e teremos um final feliz. O problema é que esquecemos como o desenrolar pode ser dolorido, cheio de dificuldades, adaptações e mudanças para poder merecer o sonhado final feliz. É aí que toma conta o desânimo e parece que a esperança cede.
Porém, no fundo todo sonhador sabe que ainda que a tristeza tente tomar conta do coração, haverá um desejo sincero de acreditar que há uma saída.

Você pode não enxergar essa solução agora, mas ela existe, ela está aí. Não deixe que os outros definam se a sua insatisfação é ingratidão ou preguiça, somente você sabe de onde veio e aonde quer chegar. Não é porque algumas noites são nubladas e tenebrosas que o céu estrelado deixará de surgir no final junto com a realização daquele desejo tão sincero e profundo de que tudo apenas dê certo.

Categorias:crônicas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
Follow Escrito Por André Basualto on WordPress.com
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: